Criatividade na Fotografia

As ideias criativas surgem da experimentação, da aprendizagem, da dedicação e da vontade...



Quando começamos a fotografar, a tendência é para dispararmos sobre todas as coisas óbvias que vemos à nossa frente. ​Mas, se quisermos tirar fotografias mais criativas, como é que o poderemos fazer?


Falámos com Elsa Vitorino, professora de Fotografia do GDC Fidelidade, que nos explicou como podemos aplicar a criatividade na área da Fotografia.


Qual a importância da criatividade na área da fotografia?

A criatividade é uma das fases mais importantes do processo fotográfico, pois é nesta fase que colocamos de uma forma única e pessoal toda a nossa forma de ver e a opção de captar aquele momento em particular.


Como surgem as ideias criativas?

As ideias criativas surgem da experimentação, da aprendizagem, da dedicação e da vontade de realizar projetos pessoais ou coletivos.


Todos temos alguma criatividade dentro de nós ou é uma habilidade que se aprende?

Todos nós somos criativos, apenas temos que ser estimulados.  Essa é uma capacidade que nos acompanha desde a infância, mas que se não for incentivada e ensinada vai-se perdendo com o tempo e com a idade.


Como é que estimula a criatividade nos alunos do GDC Fidelidade? Pode, por favor, dar-nos exemplos de desafios que lhes propôs?

Todos os alunos que se inscrevem nos cursos de Fotografia fazem-no por um lado, pela paixão que têm pela Fotografia e por outro, pela vontade de saber mais.

Nas aulas apresento sempre as várias áreas da Fotografia, desde o retrato, fotojornalismo, moda, fotografia artística, fotografia de rua, fotografia preto e branco, história da fotografia e outras. Naturalmente, falamos da composição, dos pontos de vista, da luz, do saber olhar e ver.

Este ano sendo um ano atípico, vemo-nos forçados a ter aulas sempre on-line. No caso das aulas práticas (as saídas fotográficas) tivemos que ser criativos e pensar em temas que pudessem ser realizados em casa.

Começámos na primeira fase da pandemia por realizar um “Diário da Quarentena”, recentemente fizemos a exposição virtual “As Fotografias da Minha Vida”, trabalhos que foram exposto no site do GDC Fidelidade.

E todos os meses temos tido um desafio, on-line diferente, que vai desde a visualização e discussão de trabalhos de vários fotógrafos ou artistas plásticos (onde os alunos têm que se inspirar e apresentar o seu olhar, o seu modo de ver), até à simples análise e interpretação fotográfica individual de uma palavra tão simples como “branco”.

Igualmente, temos tido as maratonas fotográficas temáticas, on-line, onde a cada hora e durante três horas, a criatividade é posta à prova num contra-relógio que resulta numa partilha, análise e discussão entre todos, dos trabalhos.


Que dicas pode sugerir para resolver bloqueios de criatividade?

No caso da fotografia aconselho sempre a começarem por explorar um único assunto ou objeto de vários pontos de vista, de cima, de baixo, de lado com a câmara no chão, em cima de um banco, de noite de dia…enfim sem preconceitos ou ideias pré-concebidas.

Ler, pesquisar, ver sites de fotógrafos, ver exposições on-line ou presenciais (quando possível), passear, olhar e observar o mundo à nossa volta, experimentar muito e não ter medo de errar são outras formas de desenvolver e estimular a criatividade.



Mini - CV


Elsa Vitorino, leciona os cursos de Fotografia do GDC Fidelidade há cerca sete anos.


Tirou o curso Avançado de Fotografia e de Fotojornalismo, no Instituto Português de Fotografia.


Tem experiência em laboratório de preto e branco, fotografia analógica, fotografia digital, em oficinas de fotografia para crianças e jovens e é impressora profissional de fotografias.



 



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
​​​​​​​​










​​
Horário:
Local:
Preço:
Ficha de inscrição:
Periodo limite de inscrição:
13-04-2021
Calendário da área